segunda-feira, 26 de março de 2012

Animais Carnívoros

                                                 Animais Carnívoros



Leão


leão (do latim leone)[1][2] (Panthera leo) é um dos quatro grandes felinos no gêneroPanthera, membro da família Felidae. Com alguns machos excedendo 250 kg em peso, ele é o segundo maior felino vivo depois do tigre. Leões selvagens existem atualmente na África Subsaariana e na Ásia com uma população remanescente em perigo crítico, na Floresta de Gir na Índia, tendo desaparecido da África do Norte e do Sudoeste Asiático em tempos históricos. Até o Pleistoceno tardio, há cerca de 10 000 anos, o leão era o mais difundido grande mamífero terrestre depois dos humanos. Eles eram encontrados na maior parte daÁfrica, muito da Eurásia, da Europa Ocidental à índia, e na América do Yukon ao Peru. 







Estado de conservação
Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Chordata
Classe:Mammalia
Ordem:Carnivora
Família:Felidae
Género:Panthera
Espécie:P. leo

Nome binomial
Panthera leo
Lineu1758

Distribuição geográfica
Distribuição de Leões na África

Distribuição de Leões na Índia


Puma  Preta  Os felinos evoluiram no Eocénico a partir do grupo Viverravidae, que também deu origem àscivetas, hienas e aos extintos nimravídeos. O primeiro verdadeiro felino foi o Proailurus que viveu na Europa há cerca de 30 milhões de anos. Este animal tinha corpo longo, patas curtas e umdente molar adicional em cada mandíbula, por comparação aos felinos modernos. Já noMiocénico, o Proailurus deu origem ao gênero Pseudaelurus que se diversificou em dois grupos: a sub-família Machairodontinae, que inclui os chamados tigres-dente-de-sabre e Schizailurus, o ancestral da família Felidae, que surgiu há mais de 18 milhões de anos.

O primeiro grupo moderno de felinos a surgir foi a sub-família Acinonychinae, que inclui as chitasmodernas (género Acionyx) e a chita norte-americana (género Miracionyx) actualmente extinta.
A sub-família Felinae, que agrupa os gatos domésticos, surgiu há cerca de 12 milhões de anos. Os linces surgiram na América do Norte há cerca de 6,7 milhões de anos e daí expandiram-se para a Europa e Ásia. A primeira espécie reconhecida do género Lynx na Europa é o L. issiodorensis que viveu há 4 milhões de anos e que era maior que os linces actuais, mas com patas relativamente mais curtas.






Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Vertebrata
Classe:Mammalia
Ordem:Carnivora
Subordem:Feliformia
Superfamília:Feloidea
Família:Felidae



Lobo   lobo ou lobo-cinzento (Canis lupus) é o maior membro selvagem da família canidae. É um sobrevivente da Era do Gelo originário durante o Pleistoceno Superior, cerca de 300 mil anos atrás.[2] O sequenciamento de DNA e estudos genéticos reafirmam que o lobo cinzento tem uma ancestralidade comum com o cão doméstico (Canis lupus familiaris). Apesar de alguns aspectos desta afirmação terem sido questionados recentemente.[3] Uma série de outras subespécies do lobo cinzento foram identificadas, embora o número real de subespécies ainda esteja em discussão. Os lobos cinzentos são tipicamente ápice predadores nos ecossistemas que ocupam. Embora não seja tão adaptável a presença humana como as espécies de canídeos mais generalistas,[3] os lobos tem se desenvolvido em florestas temperadasdesertosmontanhas,tundrastaigascampos e até mesmo em algumas áreas urbanas.[4] O lobo-cinzento, o lobo-vermelho (Canis rufus) e o lobo da etiópia (Canis simensis) são as três espécies oficiais de lobos, os demais são considerados subespécies.[5]












Estado de conservação
Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Chordata
Classe:Mammalia
Ordem:Carnivora
Família:Canidae
Género:Canis
Espécie:C. lupus

Nome binomial
Canis lupus
Lineu, 1758

Distribuição geográfica

•  presente •  extinto
 presente  extinto































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário